Ative o Javascript em seu navegador para visualizar o site corretamente. Facebook noscript

Um guia rápido sobre as criptomoedas

Um guia rápido sobre as criptomoedas

A essa altura você já deve ter ouvido falar em criptomoedas, talvez não com esse nome, mas sobre a mais famosa delas, o bitcoin.

O Bitcoin é uma criptomoeda que, diferente do Dólar ou Real, não é emitida por um Banco Central. Trata-se, portanto, de uma moeda virtual.

Fabricada por sistemas computacionais, a moeda virtual é criptografada e gerada de maneira descentralizada. Ambas as características garantem mais segurança a esses dados. Esse processo de fabricação do bitcoin é chamado de “mineração”.

Entenda um pouco mais sobre as criptomoedas a seguir e saiba bem como investir em bitcoin sem perder dinheiro!

Quem faz a “mineração” das criptomoedas?

De 2008 (ano de sua criação) até 2009 qualquer pessoa poderia criar bitcoin desde que tivesse o software certo. Porém, com o crescimento da moeda, as coisas ficaram um pouco mais restritas. Hoje, apenas quem tem computadores com hardware robusto pode “minerar”.

Acontece que essa não é a única maneira de conseguir bitcoin, é possível comprar essa moeda em corretoras ou vendendo produtos ou serviços em sua troca. Veja no próximo tópico como isso funciona!

Como conseguir bitcoin?

Existem aproximadamente 10 corretoras de bitcoin no Brasil. Para investir na moeda, é preciso abrir uma conta com uma dessas corretoras. Para isso, basta ter 18 anos completos e portar um CPF.

O processo de compra se dá a partir da transferência em reais para a corretora. O valor mínimo é de R$50,00 que corresponde a uma fração de moeda.

 

Ao se cadastrar com uma corretora, o usuário recebe um endereço com letras e números que precisa ser utilizado para efetivar as transações com a criptomoeda. Os bitcoins ficam armazenadas em uma carteira virtual.

Vale lembrar que todas as transações feitas com o bitcoin são públicas, sendo revelados os dados da transferência e o número da carteira de quem a fez. A identidade, por sua vez, é preservada.

 

Outra informação relevante sobre o bitcoin é que suas unidades são limitadas em todo o mundo, correspondendo a um total de 21 milhões de bitcoins.

Para quem quer investir, é preciso saber que o preço da moeda oscila bastante. Além disso, existem alguns riscos envolvidos. Por isso, separamos algumas dicas para não perder dinheiro investindo em criptomoedas.

 

Saiba que riscos são esses e como investir em bitcoins de maneira mais segura!

Como investir em criptomoedas sem perder dinheiro?

É possível encontrar pessoas prometendo vantagens especiais ou ganhos muito acima do mercado com propostas tentadoras. Acontece que como em qualquer mercado, existem golpistas. Portanto, desconfie de facilidades e promessas impossíveis.

 

Outra ação imprescindível para quem quer investir com segurança é estar com o antivírus atualizado, uma conexão segura e anti malwares atualizados.

O golpe cibernético também é possível com as moedas digitais, por meio de e-mails falsos com o nome de instituições conhecidas. Portanto, cuidado com o que podem oferecer no nome de uma instituição e jamais confie em assistência técnica sem antes confirmar se é de uma empresa confiável.

 

Uma forma de se preparar para isso é investigando as empresas envolvidas nesse tipo de golpe. Confira na badlist do site BadBitcoin os 5 mil domínios de sites não confiáveis.

Finalmente, a navegação segura é um diferencial para qualquer tipo de transação online. A internet de fibra óptica veloz e segura é altamente recomendada para quem busca uma banda larga confiável.

 

Gostou de saber mais sobre as criptomoedas? Não deixe então de assinar a nossa newsletter e receber outros conteúdos sobre tecnologia como esse!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *